Senai-SP e GE Healthcare investem R$44 mi em saúde

Você está em : Imprensa | Notícias

O Senai-SP e a GE Healthcare anunciaram nesta terça-feira (30) um acordo para investimento em uma escola especializada na indústria da saúde. Os investimentos dos dois parceiros somam R$ 44 milhões na estrutura e nos equipamentos, que funcionarão no bairro do Cambuci, na capital paulista, a partir de 2015.

Serão atendidos cerca de 3,6 mil alunos por ano. Quando inaugurado, o prédio triplicará os 1,2 mil alunos atendidos provisoriamente na unidade do Senai-SP que fica na Vila Leopoldina. A nova estrutura contará com um centro de inovação e pesquisa e uma clínica de atendimento de diagnóstico por imagem com seis ambientes (e capacidade para atender 40 pessoas por dia), 18 laboratórios, cinco salas de aula e ambientes para manutenção de equipamentos eletromédicos, órteses e próteses.

Serão oferecidos cursos técnicos de nível médio nas modalidades de aprendizagem industrial, formação inicial e continuada, além de educação à distância. Segundo Walter Vicioni, um curso de graduação para a formação de tecnólogos em radiologia, com duração de três anos, está em estudo e deve ser ministrado na nova infraestrutura.

John Dineen, presidente e CEO global da GE Healthcare, disse durante o anúncio do acordo que formar mão de obra qualificada para o setor de saúde no País é um desafio, e que a parceria com o Senai-SP é parte do caminho para a solução. “O Brasil está trabalhando para melhorar o sistema de saúde fazendo os investimentos necessários, e nós também, investindo em fabricação local e agora em educação, para que as novas tecnologias possam ser efetivamente utilizadas”.

O executivo diz que aprimorar o sistema de saúde exige encontrar novas formas de investir não só em equipamentos, mas também em capital humano. A parceria no Brasil, neste sentido, busca encontrar parceiros em educação para desenvolver esse recurso. “Não há investimento melhor do que melhorar a saúde do país”, ponderou Dineen.

Ao todo, o Senai-SP investirá R$ 28 milhões na reforma do prédio e R$ 9 milhões em equipamentos. A GE Healthcare, por sua vez, investiu R$ 7 milhões em equipamentos em regime de comodato – R$ 4 milhões já em funcionamento e outros R$ 3 milhões a partir da assinatura do acordo – na unidade da Vila Leopoldina, que serão integralmente transferidos para o Cambuci em 2015.

Segundo Walter Vicioni, superintendente do Sesi-SP e diretor regional do Senai-SP, a grande vantagem da nova estrutura é juntar, em um ambiente real de atendimento e aprendizado, os pacientes da clínica médica e os alunos. “O momento é único na história do Senai de São Paulo. É a primeira vez que se estrutura um projeto tão ambicioso, com uma escola totalmente voltada para a indústria de equipamentos médicos”, disse. “As possibilidades da parceria com a GE Healthcare incluem atividades de formação profissional, desenvolvimento tecnológico e inovação.”

Para Paulo Henrique Fraccaro, presidente executivo da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (ABIMO), a parceria é um passo importante em um momento em que 62% dos produtos utilizados pelo setor de saúde no País são importados.

Cenário
Daurio Speranzini, vice-presidente da GE Healthcare para a América Latina, disse que o acordo atende uma necessidade premente: embora nos últimos 3 anos a infraestrutura do setor de saúde no Brasil cresceu quase 70%, o investimento em educação na mesma área não cresceu mais que 14%. “Se ainda temos uma defasagem em equipamentos, temos uma maior ainda na formação de mão de obra qualificada”, disse.

E a questão ultrapassa o mero investimento em compra de equipamentos modernos. “Essas tecnologias não são bem usadas pelos médicos, que precisam aprender a usar melhor o que já compraram”, sustentou Speranzini, segundo o qual o projeto com o Senai-SP também objetiva espalhar o conhecimento sobre as tecnologias da GE Healthcare para outras regiões do País por meio da educação à distância, principalmente Norte e Nordeste.

O executivo diz que a nova unidade educacional contará com todo tipo de equipamento comercializado pela marca no Brasil, incluindo ressonância computadorizada, aparelhos de raio X e ultrassom e para medicina intensivista (UTI). Para estes últimos, farão parte do esforço de formação médicos, enfermeiros e biomédicos. “Você precisa saber interpretar todos os equipamentos e informações dadas, o que é extremamente sensível porque o paciente está em estado crítico. Pequenas alterações podem causar grandes problemas para o paciente.”

Estratégia
Em termos de investimento, Speranzini diz que a GE Healthcare enxerga o momento do Brasil como uma “grande oportunidade”. Apesar do baixo crescimento previsto para o PIB do País, o executivo vê na resposta do governo às recentes manifestações populares duas grandes áreas de atuação: saúde e infraestrutura. A expectativa é que o mercado geral de saúde cresça entre 7% e 8% em 2013, como ocorreu no ano anterior, mas o número pode ser “ainda maior”.

Segundo Speranzini, a GE, em todas as divisões, espera crescer acima de dois dígitos em 2013.

O Pacto pela Saúde, anunciado pela presidente Dilma Rousseff, que inclui grandes investimentos em novos hospitais e unidades de pronto-atendimento, aumentou a demanda por equipamentos em alguns estados isoladamente. “Não é ainda o aumento que esperávamos em consequência das manifestações, mas temos sim visto o crescimento”, disse. O executivo também disse que a empresa está disposta a participar de parcerias público-privadas (PPPs) para aumentar o investimento do governo em um dos calcanhares de Aquiles da saúde pública brasileira: a gestão de ativos.

fonte: http://saudeweb.com.br/38109/senai-sp-e-ge-healthcare-investem-r-44-mi-para-formacao-industrial-em-saude/


Compartilhe: orkut blogger delicious digg twitter email


Mais publicações

Imagem e Guerbet fecham parceria
( Publicado em 31/07/2017 )


Mulheres no DF esperam até dois anos para fazer mamografia
( Publicado em 14/10/2016 )


Último relatório de financeiro da Forbes: Healthcare é o setor líder
( Publicado em 24/05/2016 )


Imagem e GE encerram parceria
( Publicado em 01/05/2016 )


10 dicas para gerir seu consultório (ou sua clínica)
( Publicado em 31/03/2016 )


Quando tratar menos é melhor
( Publicado em 26/01/2016 )


Ressonância e mamografia ajudam na prevenção do câncer de mama
( Publicado em 22/10/2015 )


Saúde caminha para um colapso, diz ministro
( Publicado em 29/09/2015 )


Como o paciente percebe a qualidade na hora da consulta?
( Publicado em 18/09/2015 )


Rastreamento de câncer é oferecido apenas em oito estados
( Publicado em 10/09/2015 )


Índice de mamografias no Brasil está abaixo da média mundial
( Publicado em 01/09/2015 )


Ministério destina R$ 100 milhões para 49 hospitais universitários
( Publicado em 03/07/2015 )


Consumidor-paciente quer experiências com boas sensações
( Publicado em 19/06/2015 )


Como gerir o aumento da demanda de exames de imagem
( Publicado em 28/05/2015 )


Principais tendências em diagnóstico por imagem em breve no Brasil
( Publicado em 12/05/2015 )


GE descarta vender ativos no Brasil e considera aquisições
( Publicado em 06/05/2015 )


Operadoras de planos investem mais de R$ 3 bi em ampliações
( Publicado em 28/04/2015 )


Brasil lidera consumo de agrotóxico e Inca pede redução do uso
( Publicado em 09/04/2015 )


O preço de dar à luz ao redor do mundo
( Publicado em 09/03/2015 )


Cientistas desenvolvem estrutura de titânio pra cobrir implantes óssea
( Publicado em 09/01/2015 )


Desafio de Dilma é estabilizar saúde financeira do SUS
( Publicado em 30/10/2014 )


Hospitais cariocas são mal avaliados na gestão de insumos
( Publicado em 04/09/2014 )


Tratamento de HIV/Aids no Brasil salva mais que média global
( Publicado em 22/07/2014 )


O ano da RSNA na JPR
( Publicado em 05/05/2014 )


Rede privada brasileira tem mais equipamentos que Alemanha·
( Publicado em 14/04/2014 )


Brasil deve ter mais de 576 mil novos casos de câncer em 2014
( Publicado em 12/02/2014 )


Inca atualiza banco de dados de doadores de medula
( Publicado em 27/01/2014 )


Lullaby Warmer e Lullaby LED PT
( Publicado em 11/09/2013 )


Saúde pública perdeu quase 13 mil leitos em três anos
( Publicado em 04/09/2013 )


GE Healthcare compra a mineira Omnimed É a segunda grande aquisição da
( Publicado em 06/08/2013 )


Anvisa obriga instituições a criarem núcleos de segurança
( Publicado em 29/07/2013 )


Mais Médicos: edital estará aberto para brasileiros e estrangeiros
( Publicado em 11/07/2013 )


Brasil pode economizar US$ 14 bilhões se investir em mHealth
( Publicado em 23/05/2013 )


Brasil negocia acordo para receber 6 mil médicos de Cuba
( Publicado em 06/05/2013 )


Conheça os vencedores do Top Hospitalar
( Publicado em 08/04/2013 )


Planos deverão justificar por escrito negativa de procedimentos médico
( Publicado em 11/03/2013 )


SP libera R$ 77 milhões ao Hospital São Paulo
( Publicado em 28/02/2013 )


US$ 1 bilhão para o combate ao Câncer
( Publicado em 08/02/2013 )


Santa Maria prevê a contratação imediata na área da saúde
( Publicado em 30/01/2013 )


3D permite que gestante cega sinta feto com a mão
( Publicado em 19/09/2012 )


GE Healthcar e Intel criam parceria para pesquisa
( Publicado em 15/03/2012 )