Planos deverão justificar por escrito negativa de procedimentos médico

Você está em : Imprensa | Notícias

A partir de maio, as operadoras de saúde que negarem aos pacientes a realização de algum procedimento médico deverão comunicar a decisão por escrito sempre que solicitado pelo cliente. A nova medida, anunciada nesta terça-feira pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e pelo Ministério da Saúde, também reforça que os planos de saúde não podem deixar de oferecer cobertura em casos de urgência ou emergência.

Segundo a ANS, a decisão faz parte de medidas que vêm sendo tomadas pelo órgão em relação ao atendimento das operadoras de saúde. Aproximadamente 62 milhões de brasileiros contam, hoje, com algum plano de saúde. A ANS informou que, somente no ano passado, a agência recebeu mais de 75.000 reclamações de clientes de operadoras de saúde, sendo que 75,7% delas foram relacionadas a alguma negativa de cobertura.

De acordo com a ANS, o cliente precisa fazer uma solicitação para que tenha a justificativa por escrito do plano de saúde, e ele pode optar por receber essa resposta por correspondência ou correio eletrônico. A operadora de saúde deve fornecer um documento escrito em linguagem clara e no qual esteja indicada a cláusula do contrato que justifique a negativa. O prazo máximo para que a empresa forneça a justificativa é de 48 horas a partir do pedido. Segundo a ANS, assim como todo documento oficial, essa justificativa pode servir como prova de demanda judicial, embora esse “não tenha sido o objetivo da norma”.

“As operadoras sempre foram obrigadas a informar toda e qualquer negativa de cobertura, pois o beneficiário tem o direito de conhecer o motivo da não autorização ao procedimento solicitado em prazo hábil para que possa tomar outras providências. A partir de agora, ele poderá solicitar que esta negativa também seja dada por escrito. É uma forma de protegê-lo ainda mais”, disse o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, durante entrevista coletiva.

Multa — A nova medida será publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União (DOU) e entrará em vigor no dia 7 de maio. Segundo a ANS, a operadora de saúde que deixar de fornecer uma justificativa por escrito ao cliente que tiver solicitado o documento terá de pagar uma multa de 30.000 reais. Caso o plano tenha negado um procedimento médico de forma indevida em casos de urgência e emergência, a multa é de 100.000 reais.


fonte: http://veja.abril.com.br/noticia/saude/planos-de-saude-deverao-justificar-por-escrito-negativa-de-procedimento-medico


Compartilhe: orkut blogger delicious digg twitter email


Mais publicações

Imagem e Guerbet fecham parceria
( Publicado em 31/07/2017 )


Mulheres no DF esperam até dois anos para fazer mamografia
( Publicado em 14/10/2016 )


Último relatório de financeiro da Forbes: Healthcare é o setor líder
( Publicado em 24/05/2016 )


Imagem e GE encerram parceria
( Publicado em 01/05/2016 )


10 dicas para gerir seu consultório (ou sua clínica)
( Publicado em 31/03/2016 )


Quando tratar menos é melhor
( Publicado em 26/01/2016 )


Ressonância e mamografia ajudam na prevenção do câncer de mama
( Publicado em 22/10/2015 )


Saúde caminha para um colapso, diz ministro
( Publicado em 29/09/2015 )


Como o paciente percebe a qualidade na hora da consulta?
( Publicado em 18/09/2015 )


Rastreamento de câncer é oferecido apenas em oito estados
( Publicado em 10/09/2015 )


Índice de mamografias no Brasil está abaixo da média mundial
( Publicado em 01/09/2015 )


Ministério destina R$ 100 milhões para 49 hospitais universitários
( Publicado em 03/07/2015 )


Consumidor-paciente quer experiências com boas sensações
( Publicado em 19/06/2015 )


Como gerir o aumento da demanda de exames de imagem
( Publicado em 28/05/2015 )


Principais tendências em diagnóstico por imagem em breve no Brasil
( Publicado em 12/05/2015 )


GE descarta vender ativos no Brasil e considera aquisições
( Publicado em 06/05/2015 )


Operadoras de planos investem mais de R$ 3 bi em ampliações
( Publicado em 28/04/2015 )


Brasil lidera consumo de agrotóxico e Inca pede redução do uso
( Publicado em 09/04/2015 )


O preço de dar à luz ao redor do mundo
( Publicado em 09/03/2015 )


Cientistas desenvolvem estrutura de titânio pra cobrir implantes óssea
( Publicado em 09/01/2015 )


Desafio de Dilma é estabilizar saúde financeira do SUS
( Publicado em 30/10/2014 )


Hospitais cariocas são mal avaliados na gestão de insumos
( Publicado em 04/09/2014 )


Tratamento de HIV/Aids no Brasil salva mais que média global
( Publicado em 22/07/2014 )


O ano da RSNA na JPR
( Publicado em 05/05/2014 )


Rede privada brasileira tem mais equipamentos que Alemanha·
( Publicado em 14/04/2014 )


Brasil deve ter mais de 576 mil novos casos de câncer em 2014
( Publicado em 12/02/2014 )


Inca atualiza banco de dados de doadores de medula
( Publicado em 27/01/2014 )


Lullaby Warmer e Lullaby LED PT
( Publicado em 11/09/2013 )


Saúde pública perdeu quase 13 mil leitos em três anos
( Publicado em 04/09/2013 )


GE Healthcare compra a mineira Omnimed É a segunda grande aquisição da
( Publicado em 06/08/2013 )


Senai-SP e GE Healthcare investem R$44 mi em saúde
( Publicado em 30/07/2013 )


Anvisa obriga instituições a criarem núcleos de segurança
( Publicado em 29/07/2013 )


Mais Médicos: edital estará aberto para brasileiros e estrangeiros
( Publicado em 11/07/2013 )


Brasil pode economizar US$ 14 bilhões se investir em mHealth
( Publicado em 23/05/2013 )


Brasil negocia acordo para receber 6 mil médicos de Cuba
( Publicado em 06/05/2013 )


Conheça os vencedores do Top Hospitalar
( Publicado em 08/04/2013 )


SP libera R$ 77 milhões ao Hospital São Paulo
( Publicado em 28/02/2013 )


US$ 1 bilhão para o combate ao Câncer
( Publicado em 08/02/2013 )


Santa Maria prevê a contratação imediata na área da saúde
( Publicado em 30/01/2013 )


3D permite que gestante cega sinta feto com a mão
( Publicado em 19/09/2012 )


GE Healthcar e Intel criam parceria para pesquisa
( Publicado em 15/03/2012 )